website statistics

Categoria: Contos

O Protótipo

O Protótipo

Em um mundo pós-apocalíptico, Rogério tinha o emprego dos sonhos. Não porque fosse um trabalho preguiçoso, pelo contrário: testar androides sexuais oito horas por dia, cinco dias por semana, exigia estamina e uma disposição que poucos tinham a oferecer.

Sendo o sexo entre homens uma ideia asquerosa, restavam apenas as androides, imitações tacanhas de algo que não existia mais.

Read More Read More

Oferenda

Oferenda

Noite escura de lua minguante. Numa alcova porcamente iluminada por velas, três moças estão sentadas em círculo ao redor de um altar. Todas estão nervosas, mesmo que duas delas já tivessem passado pela provação. O tempo se esgotava depressa, e, se demorassem, as três jamais se veriam novamente.

Read More Read More

A Sede de Yarna

A Sede de Yarna

Dianthus sentiu uma pedrinha cair no topo de sua cabeça e olhou, receosa, o teto instável de sua sala. As pedras pareciam soltas em seus lugares. E antes fosse só seu escritório prestes a ruir sobre sua cabeça…

Passados alguns momentos, achou melhor pegar a carta que estava lendo e sair para as muralhas que guardavam a cidadela de Yarna, lugarejo cuja segurança dependia dela e de outras três capitãs; uma delas sempre estava a postos ali no topo da muralha, próxima ao portão. O vento soprava quente e o céu não tinha nuvens.

Read More Read More

Círculos do Inferno Cotidiano: Purgatório Cristão

Círculos do Inferno Cotidiano: Purgatório Cristão

Suponha que uma pessoa, durante sua vida, não tenha sido nem tão extraordinariamente boa, nem irremediavelmente má. Ou seja, uma pessoa como a maioria das outras. Chegada a sua hora, ela não irá para um dos círculos sofrer pela eternidade – tampouco ascenderá aos céus, não com uma lista, maior ou menor, de pecados a serem purgados.

Read More Read More

Mayoroparo

Mayoroparo

Mapá nasceu em uma tribo às margens de um grande rio, no meio de uma floresta densa e nunca antes explorada, a não ser pelos seres que ali viviam. Algum tempo depois, nasceram seus dois irmãos, um igual ao outro. Enquanto Mapá era magricela e ágil, os gêmeos eram atarracados; ela era calma e escutava os mais velhos, enquanto os dois garotos, Pekiri e Kaiati, juntos concatenavam ideias incríveis para sua idade.

Os adultos da tribo lembravam, saudosos, os dias tranquilos de outrora, de modo que logo perceberam que havia algo errado certa manhã, quando a calmaria estava demais e, ninguém havia caído nas peças dos dois irmãos de Mapá.

Read More Read More

Implosão – Prólogo

Implosão – Prólogo

0025 conheceu a dor antes mesmo de seu primeiro despertar. Prendendo-se ao cérebro com garras afiadas, a dor perturbou os sonhos dela antes do arraste para a consciência por nada mais que uma seringa cheia.

Acordou em um lugar asséptico, coberto por ladrilhos brancos sem nenhuma mancha e metal brilhante. Macas e equipamentos médicos estavam simetricamente organizados no espaço, em duas fileiras. A recém-despertada iria descobrir depois que a mulher que se aproximou dela para observar as leituras anormais de ondas cerebrais era uma cópia sua, embora mais baixa e mais fraca.

Read More Read More

A Sinopse Que Ninguém Pediu – Implosão

A Sinopse Que Ninguém Pediu – Implosão

Após milênios de abandono do planeta Terra, a corporação Akhtar Corps conseguiu ascender como o principal sistema de organização da humanidade. No entanto, emprego, abrigo e comida se tornam cada vez mais escassos sob a má administração de Corvus Akhtar, atual presidente da corporação. Nesse contexto, o marechal Cefeu, membro do Conselho da companhia, resolve assassinar o presidente sem incitar desconfianças e suspeitas dos demais membros. Cefeu então torna-se mentor da jovem de quinze anos, Lyra, herdeira da Corporação, restabelecendo a paz a custo de exploração de mão de obra alienígena.

Anos depois, o equilíbrio, temporariamente restabelecido por Cefeu, volta a sofrer abalos devido a uma revolta trabalhista desencadeada pela crise de distribuição de combustível. Apesar dos esforços de Lyra em diminuir os conflitos agravados pela postura draconiana de Cefeu, suas boas intenções não serão suficientes para reverter os danos, levando-a a lutar por sua independência, contra a vontade de seu mentor. Entre essas lideranças conflitantes, a Corporação se tornará um lugar onde não existem heróis.

Nota da Autora: Com a indispensável ajuda da Suellen, preparei essa sinopse do meu romance para uma seletiva, mas acabei não terminando o processo de seleção…

O Retorno do Gato Preto

O Retorno do Gato Preto

O vendedor da imobiliária sorriu amarelo quando me entregou as chaves na imobiliária:

– Parabéns pelo seu novo imóvel.

Eu sempre quis morar em um lugar afastado, no meio do mato. Estava aposentada e com a expansão da banda larga poderia complementar minha renda trabalhando pela internet, mesmo isolada nos recantos de um interior qualquer.

A cidade mais próxima, onde estava sediada a imobiliária, era pequena, com habitantes que sentam nas calçadas ao pôr-do-sol para fofocar. Logo na minha primeira visita aquele lugar, já de olho em minha atual morada, descobri o motivo de seu valor baixo: a crença ferrenha na existência de assombrações no local. Pedestres que passavam pela estrada cruzando a propriedade relatavam barulhos estranhos, vindos de dentro da casa vazia.

Read More Read More