Categoria: Diário de Bordo

Diário de Bordo – NaNoWriMo e Burnout

Diário de Bordo – NaNoWriMo e Burnout

Estou de volta com mais um Diário de Bordo para explicar o sumiço de uma parte importante deste site, que são os posts sobre escrita criativa. Sei que ninguém prestou muita atenção, mas o conteúdo desses últimos meses se focou mais em “””resenha””” (não sou letrada o suficiente para fazer resenha de verdade rs) de livros. O motivo é muito simples: eu não estive escrevendo nada. Fiquei com uns problemas de saúde física, minha saúde mental não esteve lá muito bem das pernas, essas coisas todas que atrapalham a produtividade de um ser humano. Em suma, contraí o temido burnout, e indicar livros foi a forma que encontrei de manter o site ativo.

Read More Read More

Diário de Bordo – Um Ano de Usina

Diário de Bordo – Um Ano de Usina

No mês de outubro, completou-se um ano que o Usina de Universos existe como site literário. Nesse meio tempo, publiquei dois contos e 46 posts, atingi 400 curtidas na página do Facebook, quase pensei em desistir da escrita e decidi voltar um zilhão de vezes.

Sou escritora iniciante, administro o Usina sozinha, e não conheço muita gente do meio literário, para além de não me dedicar só a escrita e estudar formalmente em uma área nada a ver. Por menor que seja o alcance do Usina em comparação a sites do gênero, já cheguei bem mais longe do que pensei a princípio.

Pretendo continuar dobrando minhas metas rs

Nota da Autora: Esse post foi só para não deixar a data passar em branco mesmo. Chegou o dia 31 e eu ainda não tinha pensado em nada para postar aqui e celebrar esse acontecimento. Aproveitem que estão aqui e leiam meu conto na Trasgo (também faz mais ou menos um ano que publiquei).

Fonte da Imagem: https://ebrown1217.wordpress.com/2014/08/30/thanks-for-tolerating-me-cake/

Diário de Bordo – The Attack of Virose

Diário de Bordo – The Attack of Virose

Dei uma passadinha só para avisar que esse mês não vai ter post novo no site 🙁

Fui acometida por uma virose horrível que já dura uma semana, exatamente a semana que eu tirei para redigir os posts do mês de junho. Meus neurônios passaram cinco dias cozinhando a um fogo baixo de 38.5° C. Ainda estou me recuperando, por isso me dei o mês de férias para poder dar uma respirada e concatenar novas ideias.

Dito isto, já terminei de ler a Rainha do Ignoto, e acabei de voltar de uma sessão do filme da Mulher Maravilha. Achei no mínimo interessante um ícone pop ter uma temática semelhante a um livro fantástico cearense do século XIX, e, claro, vou escrever sobre isso assim que eu terminar de redigir esse post. Mas vocês só vão ver isso em julho.

Vou agora fazer o merchan de Mulher Maravilha, que, dentre os filmes do seguimento, é fantástico. Para quem está cansado de filmes sobre super-heróis moralmente ambíguos, é uma boa pedida. Eu até melhorei da virose um pouquinho depois de assistir. Recomendado por euzinha aqui.

Até julho!

Tchau.

Diário de Bordo – Terras Esquecidas Saindo do Forno

Diário de Bordo – Terras Esquecidas Saindo do Forno

Capa da antologia Crônicas das Terras Esquecidas

Para as vossas senhorias que desejam não só ter uma experiência literária fantástica, mas também apoiar uma jovem escritora que por um acaso mantém esse site, seus problemas acabaram. Hoje mesmo lançou no site da Editora Modo a venda para As Crônicas das Terras Esquecidas, antologia de contos da qual eu faço parte, com o meu conto inédito A Morte da Lula,que narra a última aventura de Fan, uma pirata no fim de sua vida.

Por enquanto, o livro só poderá ser adquirido pelo site da Editora Modo, mas em breve estará disponível as livrarias virtuais e físicas. Para os moradores das cálidas terras fortalezenses, ainda virão mais novidades. Aguardem!

Diário de Bordo – E esse Oscar hein menina

Diário de Bordo – E esse Oscar hein menina

Como deixar passar em branco essa noite histórica que foi a premiação do Oscar 2017? Eu não sou, de maneira alguma, uma grande cinéfila (na verdade eu não assisto filmes normalmente), MAS não passou despercebido pelo meu radar a premiação de melhor filme para Moonlight, um filme que trata de temas LGBT, com elenco predominantemente negro. É de aquecer o coração. Minha intenção é comentar alguns desses filmes por aqui, começando por Estrelas Além do Tempo, que devo assistir ainda hoje.

Continuando no tema de enaltecer trabalhos, comecei falando de Binti e A Mão Esquerda da Escuridão, mas estou me enveredando pelas matas das publicações independentes, de pequenas editoras, ou que de uma forma ou outra tratam de assuntos menos populares. Tem um materialzinho bom à espera do crivo implacável da revisão para ser postado em março e algo sobre Estrelas Além do Tempo deve se unir à ele.

Por último, gostaria de terminar aqui fazendo merchan da campanha da revista Trasgo no Catarse. A revista Trasgo é uma revista digital de contos de fantasia e ficção científica, muito falada por mim nesse site, e a notícia dessa vez é que uma versão impressa do primeiro ano da revista pode se tornar realidade. O projeto já foi 40% apoiado, e tem mais 31 dias para reunir o restante dos R$ 9.900 da meta. Se você tem amor pela fantasia e ficção científica produzidas em terras tupiniquins, é uma boa apoiar esse projeto.

 

Diário de Bordo – Feliz 2017!

Diário de Bordo – Feliz 2017!

Hoje é o primeiro dia do ano de 2017, data no mínimo adequada para relembrar as conquistas do ano passado e traçar novas metas para os dias que virão.

O site Usina de Universos começou a dar seus primeiros passos em fevereiro de 2016, e em breve completará um ano de existência. Para 2017, continuarei trabalhando para que a qualidade do conteúdo e do site em si melhorem cada vez mais.

Logo no primeiro semestre, deve lançar a minha primeira obra em formato físico, um conto na antologia Crônicas das Terras Esquecidas, da Modo Editora, e o intuito é terminar o ano tendo escrito pelo menos uma novela. E, claro, continuar a produzir contos de maneira regular para disponibilizar aqui 🙂

Desejo um excelente 2017 para todos os leitores do Usina, e agradeço a presença de vocês nesse espaço tão querido por mim.

Diário de Bordo – A Vida Aconteceu

Diário de Bordo – A Vida Aconteceu

Antes de mais nada, gostaria de compartilhar por aqui uma publicação minha que saiu na Trasgo desse mês, uma edição feita só por mulheres. É um conto sobre a fundadora da Akhtar Corps, que se vocês tiverem lido o prólogo que eu postei, devem saber que é muito importante. É possível ler a revista de graça, basta compartilhar, mas pode-se também apadrinhá-la, e as instruções estão todas no site. Confiram lá 🙂

Voltando para a minha situação atual, estou um pouco atrasada na redação de posts e organização do novo layout do site pois estou muito ocupada com algumas questões que exigem minha total atenção. Escrevi pouco esses dias, mas estou de volta. Esse mês ainda, além da nova seção do Usina sobre worldbuilding, deve sair um conto original fresquinho para vocês.

Sobre o conto que irá ao ar em breve, aqui vai uma dica sobre a temática.

Aguardem…

 

 

Diário de Bordo: Novo Usina

Diário de Bordo: Novo Usina

O Usina de Universos agora conta com o seu próprio domínio. Por enquanto, pouca coisa mudou externamente, pois ainda estou me habituando a gerenciar um site e não apenas um blog; além disso, uma logo e banners para o novo site estão sendo confeccionados enquanto falamos.

Umas das mudanças que virão é, infelizmente, o aparecimento de anúncios. Manter o domínio do site e pagar revisão textual todo mês é um custo considerável, para além do tempo gasto com a elaboração de posts e contos originais. Esses anúncios serão uma maneira de sanar pelo menos uma pequena fração desse custo mensal. Acredito que eles já apareciam antes, devido ao Usina ter começado com um blog gratuito no WordPress, então não haverá diferença significativa.

A outra é que finalmente devo dar início à uma seção destinada para o worldbuilding, uma paixão minha e motivo pelo qual meu site se chama Usina de Universos e não Site Literário da Gabi 🙂

As coisas ainda estão meio bagunçadas por aqui, mas em breve tudo deverá estar em ordem. Não esqueçam de seguir o novo site e se inscrever para receber novos posts por e-mail.

Diário de Bordo: Um Terço

Diário de Bordo: Um Terço

A minha última postagem dessa seção do meu blog foi bem cabisbaixa. Hoje, pouco mais de um mês depois, tenho alguns motivos para comemorar:

Completei um terço do romance que estou escrevendo no momento. Dois meses de escrita quase diária, muita dor de cabeça e 32310 palavras depois, vou dar início à escrita da segunda parte e planejamento da terceira (que eu preferi esperar para conhecer melhor meus personagens e meu universo antes de planejar com mais detalhes). Faz mais de um ano desde a primeira inspiração, o esboço dos personagens e do enredo.

São pequenas vitórias como essa que me fazem seguir em frente. Escrever romances é bem menos recompensador que escrever contos: muitas revisões, enganos e recomeços, anos de trabalho para ter só uma obra pronta.

Por sinal, o único romance que eu consegui terminar desde que comecei a escrever vai passar por sérias revisões esse ano e desde já estou chorando por terem se passado quatro anos desde os primeiros rascunhos e eu ainda não ter terminado.

Fora isso, a minha primeiríssima publicação deve ser lançada muito em breve, que me é muito especial por ter sido a minha primeira aventura no mundo dos contos, e estou trabalhando para que mais publicações venham, sem mencionar que me desafiei a organizar um lançamento de livro sem nunca ter feito nada parecido e ter medo de fazer ligação, e parece que vai tudo correr bem.

Estou mesmo de parabéns, viu?